quarta-feira, 26 de julho de 2017

REUNIÃO E ASSEMBLÉIA DE TÉCNICOS

REUNIÃO E ASSEMBLÉIA DA ÁREA TÉCNICA


Caros Senhores Técnicos, chefes de palco, produtores de espetáculos, shows /eventos, administradores de teatros e espaços culturais, casas noturnas, o SATED/MG convoca para reunião/seminário e assembléia da área técnica para discutir sobre os temas pertinentes ao exercício profissional e relação de trabalho e possível aprovação da pauta reivindicatória para 2017/2019.

Sua presença é muito importantes.


Dia 31 de julho de 2017, ás 14 horas no Teatro Marília.


Agradecemos sua atenção e honrosa presença.



Magdalena Rodrigues
   atriz-registro profissional 0134
Presidente SATED/MG

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Cemig abre concurso para escolher a iluminação de Natal na Praça da Liberdade



 

Cemig abre concurso para escolher a iluminação de Natal

na Praça da Liberdade

 

O vencedor da seleção pública receberá o prêmio no valor de R$ 20 mil e sua ideia será exposta no final do ano

 

A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), em parceria com o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha -MG), abriu, nesta quarta-feira (19/7), a seleção pública de propostas para iluminação do Natal de Minas Gerais, que acontece, tradicionalmente, na Praça da Liberdade, em Belo Horizonte. O tema obrigatório da decoração natalina serão os 120 anos da capital de Minas Gerais, sendo avaliados, entre outros itens, a criatividade e a sustentabilidade da ideia, cuja execução ficará a cargo da Cemig.

 

Segundo a gerente de Comunicação Interna da Cemig, Nathalia Dornellas, o objetivo desta primeira seleção pública é que a iluminação de Natal de Belo Horizonte alcance, além do espetáculo visual das luzes, a democratização do espaço público. "É uma oportunidade de valorizar o trabalho de artistas locais e envolver os cidadãos nos projetos da cidade. Eles têm um papel em branco nas mãos, e a nossa expectativa é receber projetos inovadores dentro da temática proposta", afirma.

 

Em sua proposta conceitual, o participante deverá alinhar o tema à decoração natalina e levar em conta como a iluminação se relaciona com o conjunto arquitetônico da Praça da Liberdade e com as apresentações culturais que acontecerão no Circuito Liberdade, no final do ano. Além disso, deve considerar a proteção e a promoção dos patrimônios histórico e artístico do estado, pensando, ainda, na importância turística e cultural do local. No projeto, poderão ser utilizadas até 323 mil microlâmpadas de LED e outras mil lâmpadas do tipo estrobo. 

 

As propostas serão avaliadas por uma comissão julgadora formada por sete membros, sendo três representantes da Cemig, um do Poder Executivo estadual, um do Poder Executivo municipal e dois da sociedade civil. O autor da proposta vencedora receberá o prêmio no valor de R$ 20 mil e sua ideia ficará exposta na Praça da Liberdade, durante o Natal de Minas Gerais.

 

As inscrições para a seleção pública se estendem até 31 de agosto próximo. Podem se inscrever pessoas físicas ou jurídicas ou um representante legal em caso de coletivos de artistas. O edital já está disponível no site da Cemig (www.cemig.com.br).


 

 


Assessoria de Comunicação

Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA-MG) / Circuito Liberdade
imprensa@iepha.mg.gov.br | 31 3235 2817 | 31 3235 2812
Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais - IEPHA/MG
Rua dos Aimorés, 1697 | Funcionários I 30.140.071 | Belo Horizonte I MG I Brasil www.circuitoculturalliberdade.com.br | 31 3235 2800

quarta-feira, 19 de julho de 2017

CONVITE/Cultura em Diálogo


 

Assunto: Cultura em Diálogo
 
- Descrição da Imagem para Programas Sintetizadores de Voz para Pessoas com Deficiência Visual:

CULTURA EM DIÁLOGO

 

Vivemos um novo momento em Belo Horizonte com a recriação da Secretaria Municipal de Cultura. O trabalho artístico e cultural exige demanda participativa. Por isso, é muito importante que os agentes e todos os fazedores de cultura da cidade sejam ouvidos e participem ativamente dessa reconstrução.

Para que esse diálogo com a cidade comece de forma direta e transparente, o Secretário de Cultura, Juca Ferreira, convida os artistas, produtores e gestores culturais da cidade para uma conversa, iniciando, assim, o processo de participação pública de todos nessa gestão.

O Secretário de Cultura tem interesse em dialogar com todas as áreas e reforça que outros setores que não se sentirem contemplados serão considerados e ouvidos.

A partir desse diálogo com a cidade, será produzido um diagnóstico que vai considerar os pontos de vista debatidos durante os encontros. Serão realizados, ainda, planos de trabalho e encaminhamentos para que a cultura, em âmbito municipal, se fortaleça e tenha a visibilidade, o fomento e o crescimento necessários para contribuir com o desenvolvimento humano da cidade.

 

Venha dialogar conosco!

Local: Auditório da FMC – Rua da Bahia, 888, 2º andar.

Horário: sempre das 16h às 18h.

 

Música - 18 de julho

Artes visuais e Design - 19 de julho

Audiovisual e Cultura Digital - 20 de julho

Teatro - 25 de julho

Dança - 26 de julho

Circo - 27 de julho

Culturas Populares Tradicionais - 02 de agosto

Culturas Populares Urbanas - 03 de agosto

Gastronomia e Culinária - 08 de agosto

Literatura, Livro e Leitura - 09 de agosto

Moda e vestuário - 10 de agosto

Memória, Arquivos e Museus - 16 de agosto



Atenciosamente,


Raquel Costa
Assessoria de Comunicação - Relações Públicas 
Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte
(31) 3246-0354 ou 3277-4620 / 4621


terça-feira, 18 de julho de 2017

Dorotéia BH - Promoção p Artistas


 Respeitável Público,

 

A Pólobh realizará nos dias 28 e 29 de Julho o espetáculo Dorotéia, no Grande Teatro do Sesc Palladium.

Imprima este cupom de desconto, apresente nas bilheterias do Sesc Palladium e garanta seus ingressos por um preço especial!

 

 

Release do Espetáculo

 

Ministério da Cultura e Instituto Unimed-BH apresentam

ROSAMARIA MURTINHO E LETÍCIA SPILLER

CHEGAM A BH COM O ESPETÁCULO "DOROTEIA"

 

Montagem marca os 60 anos de carreira da experiente atriz e resgata um dos textos clássicos de Nelson Rodrigues.

Elenco conta com Alexia Dechamps, Dida Camero, Jaqueline Farias, Maureen Miranda, Daniel Martins, Du Machado, Fernando Gajo, Neco Yaros, Pablo Vares e Samuel Melo.

 

Comemorando 60 anos de carreira, Rosamaria Murtinho interpreta pela primeira vez uma vilã de Nelson Rodrigues. Acompanhada de Letícia Spiller, a experiente atriz encabeça o elenco de mais dez atores da peça "Dorotéia". Dirigida e encenada por Jorge Farjalla, a montagem, que como todo bom texto rodriguiano tem o sagrado e profano lado a lado, faz sua estreia em Belo Horizonte nos dias 28 e 29 de julho, no Sesc Palladium. Os ingressos estão à venda nas bilheterias do teatro ou pelo site www.tudus.com.br


O espetáculo, que tem realização da MRM Produções, do Ministério da Cultura e Governo Federal, compõe a 4ª Edição da Temporada Pólobh que assegura a circulação, em Belo Horizonte, de grandes nomes das artes do Brasil e do Mundo, com produção local da Pólobh, patrocínios do Instituto Unimed-BH, MIP Engenharia e Pottencial Seguradora, viabilizados por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, parceria estratégica com o Jornal O Tempo, promoção exclusiva da Rádio Alvorada e apoio da City Me, Fredizak, HBA, Hotel Mercure, Sou BH, Viver Brasil, além do apoio cultural do Sesc MG.

Escrita em 1949, "Dorotéia" fecha o ciclo das obras do teatro desagradável de Nelson Rodrigues, intitulado pelo crítico Sábato Magaldi como "peças míticas" sendo a única farsa escrita pelo autor. O texto é uma ode à beleza da mulher onde a heroína, título da obra, segue em busca da destruição de sua própria beleza para se igualar a feiura de suas primas Dona Flávia, Maura e Carmelita.

 

Sobre o espetáculo

Matriarca da família, Dona Flávia recebe Dorotéia, ex-prostituta que largou a profissão após a morte do filho e vai buscar abrigo na casa de suas primas, onde vivem também Maura e Carmelita, num espaço sem quartos e onde há 20 não entram homens. Três viúvas puritanas e feias que não dormem para não sonhar e, portanto, condenadas à desumanização e à negação do corpo, dos sentimentos e da sexualidade.

 

Arrependida, Dorotéia procura abrigo na sua família e é, em alguns momentos, questionada por Dona Flávia, a prima mais velha, que, mesmo com sua raiva, implicância e orgulho, faz de tudo para removê-la da ideia, às vezes com uma nesga de afeto, de fragilidade e disfarçados gestos de acolhimento, mas contando que ela aceite as condições de viver naquela casa. Dorotéia, linda e amorosa, nega o destino e entrega-se aos prazeres sexuais. Este é seu crime, e por ele pagará com a vida do filho e buscando a sua remissão.

 

Na história desta família de mulheres, o drama se inicia com o pecado da avó que amou um homem e casou-se com outro. É neste momento que recai sobre todas as gerações de mulheres da família a "maldição do amor". Elas estão condenadas a ter um defeito de visão que as impede de ver qualquer homem, se casam com um marido invisível e sofrem da náusea nupcial – único sinal de contato que teriam em toda vida com o sexo masculino. Em troca de abrigo, Dorotéia aceita se tornar tão feia e puritana como as primas.

 

O motivo central que organiza a peça é o dilaceramento do espírito humano e o delírio que se constitui através da fissura, das vontades. As personagens são "fissuradas" por algo que não podem ter: o sexo. A convivência entre prazer e pureza em que ao mesmo tempo são cortadas ao meio pela tensão daí decorrente, que termina por destruir as formas de vida, ou seja, a personagem central pecou e se arrependeu. Arrependeu? Nem tanto, pois sob a instigação de Dona Flávia, para concluir sua purificação pela feiura e pela doença incurável deve pecar novamente com Nepomuceno, o senhor das chagas. Dorotéia é uma mistura de sonho, pesadelo, desatino e destino irremediável. Por um momento paira a esperança de que a maldição não se cumprirá, mas ela é irreconhecível.

 

O cenário e seus elementos

De todos os símbolos presentes na obra, o mais enigmático para os dias de hoje é o do "Jarro", pois ele representa a imagem do espaço do prostíbulo, graças ao uso que dele faziam as mulheres, sobretudo as prostitutas na precariedade de seus ambientes, para se lavar depois do ato sexual.

 

O uso do símbolo presente na obra, "uma casa sem móveis", é o fio condutor para essa encenação onde o espectador está junto com o ator, diminuindo assim, a distinção entre palco e plateia. Assim, o texto "Rodrigueano" ganha outro valor, tanto para os atores quanto para o público, pois as interpretações são baseadas no íntimo das relações entre ator/público e ator/espaço, propondo assim uma verossimilhança entre real e imaginário não presentes na obra. Nesta encenação o público é convidado a entrar literalmente na casa das primas de Dorotéia.

 

Outro ponto alto da encenação e que a diferencia das demais é o coro masculino, não presente na obra, intitulado pela direção como "Os Homens Jarro" que representam tanto a aparição do signo "jarro" como os homens que passaram pela vida da ex-prostituta. Esse coro permeia a encenação executando ao vivo os sons e a trilha do espetáculo.

 

A origem da montagem

O projeto Dorotéia surgiu do encontro entre a atriz Rosamaria Murtinho e o ator e diretor Jorge Farjalla da Cia. Guerreiro, após uma apresentação do espetáculo "Paraíso Agora ou Prata Palomares", de Zé Celso Martinez Correa, onde enxergando nesse tipo de trabalho um uso diferenciado da pesquisa, da linguagem e da proposta cênica no uso do espaço, Rosamaria propôs uma parceria para comemorar seus 60 anos de carreira, produzindo o espetáculo.

 

Curso de Maquiagem Artística com Sol Zofiro


Prezados mediadores do grupo, peço a gentileza de divulgar ao grupo e agradeço desde já!

Curso de Maquiagem Artística 12h/aula, em BH.

Abraço!
Sol Zofiro

--
SZ          Sol Zofiro

Artista e Professora     





-- 

--
Você recebeu esta mensagem porque está inscrito no Grupo "Artistas de Minas Gerais" nos Grupos do Google.Para cancelar a sua inscrição neste grupo, responda no assunto ' remover '
 
Dúvidas? Elton Monteiro eltonmonteiros@hotmail.com ou alexzanonn@hotmail.com -
 
Atenção:Para dar uma resposta individual verificar o REMETENTE ao invés de 'responder' ao grupo.Caso responda ao grupo sua mensagem será visualizada por TODOS os membros
 
Acesse o site do SATED MG: www.satedmg.org.br
---
Você recebeu essa mensagem porque está inscrito no grupo "Artistas Mineiros" dos Grupos do Google.
Para cancelar inscrição nesse grupo e parar de receber e-mails dele, envie um e-mail para artistasmineiros+unsubscribe@googlegroups.com.
Para mais opções, acesse https://groups.google.com/d/optout.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Teatro Infantil


Caros colegas artistas e técnicos a produção 

espera vê-los no teatro e conta com sua colaboração

em divulgar.


Agradecemos

 

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Últimos para se inscrever na 3ª Seleção do Música Minas e Circula Minas




Últimos para se inscrever na 3ª Seleção do Música Minas e Circula Minas

Artistas, pesquisadores e produtores têm até sábado (15) participar se inscrever nesta etapa dos editais de circulação e intercâmbio cultural

 

As inscrições para 3ª Seleção dos programas Música Minas e Circula Minas se encerram nesta semana. Em ambos editais, os proponentes podem submeter suas propostas até este sábado (15). Os mecanismos viabilizam auxílio financeiro para viagens realizadas em qualquer cidade do Brasil ou dos cinco continentes do mundo. Os interessados devem acessar o site www.cultura.mg.gov.br e inscrever seu projeto.


Os programas de intercâmbio e circulação da Secretária de Estado de Cultura tem por objetivo ampliar o contato do mundo com a cultura mineira e com a arte realizada em Minas Gerais, assim como com a pesquisa acadêmica voltada aos setores culturais do estado.

As inscrições para a 4ª Seleção começam no dia 1º de agosto e vão até 15 de setembro.

 

MÚSICA MINAS

O programa viabiliza viagens por municípios de todo o Brasil e dos cinco continentes do mundo. São R$ 700 mil repassados, a título de ajuda de custo, para despesas com passagens, seguros de viagem, hospedagem, alimentação entre outras.

A fim de facilitar o acesso, a partir deste ano, propostas de circulação e intercâmbio estão contempladas em um único edital. Assim, podem ser apresentados roteiros que incluem ações de difusão cultural, de formação, pesquisa e capacitação, além dos que possibilitam participações em feiras de negócios nacionais ou internacionais.

Para evitar qualquer concentração de contemplados na região metropolitana de Belo Horizonte, os projetos do interior de Minas Gerais ganham preferência em caso de empate. A relevância da contrapartida apresentada pelo proponente é outro critério de desempate.

Demanda recorrente da classe artística, em 2017 fica autorizada a inscrição de estrangeiros, desde que os mesmos estejam residentes em Minas Gerais há pelo menos um ano e sejam parte de uma proposta de execução coletiva.

Este ano, o Música Minas já contemplou 27 propostas nas duas primeiras seleções. Artistas mineiros já visitaram países com o Suíça, Coréia do Sul, Japão, Portugal, Alemanha, Argentina e Itália. São Paulo, Paraná e municípios de mineiros foram alguns dos destinos nacionais.

Em 2015 e 2016, o edital viabilizou 111 projetos, promovendo a viagem de 349 integrantes da cadeia criativa e produtiva da música.

 

CIRCULA MINAS

O edital busca promover a difusão e o intercâmbio da cultura mineira em suas diversas áreas, como artes visuais, circo, dança, teatro, literatura, afro-brasileira, folclore, entre outras manifestações. Conduzido pela Superintendência de Interiorização e Ação Cultural, o programa fornece o valor total de R$ 300 mil como ajuda de custo para realização de viagens.

Com o objetivo de garantir a pluralidade e democratizar o acesso aos recursos, o edital de 2017 incluí como critério de avaliação propostas que contemplem as culturas afrodescendentes e indígenas e que tenham como tema as mulheres, LGBTs e pessoas com deficiência.

Nas duas primeiras seleções do edital deste ano foram contemplados 19 projetos. Dentre os países visitados estão Estados Unidos, França, Japão, Portugal e Chile. No Brasil, os destinos são São Paulo, Bahia, Maranhão e outros.

Ao longo dos últimos dois anos, período em que o Programa passou a ser realizado por meio de edital, foram contempladas propostas das mais variadas manifestações culturais, totalizando 71 projetos contemplados e 179 pessoas beneficiadas. Em 2015 e 2016 os produtores de cultura de Minas Gerais visitaram 25 países e 9 estados brasileiros.

 

Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais

Assessoria de Comunicação

asscom@cultura.mg.gov.br

(31) 3915 2692 / 2655

(31) 9 9619 7901

 

 

Publicação do Edital - Gastronomia


 

É com muita alegria e satisfação que informamos que o edital de chamamento para composição da cadeira do segmento de Gastronomia foi publicado no Diário Oficial do Estado, no dia 12 de julho. De acordo com o cronograma, o processo de inscrições dar-se-á do dia 14 de julho ao dia 28 de julho; demais informações estarão disponíveis no site do Consec (http://www.consec.mg.gov.br/). Nesse sentido, pedimos e contamos com a colaboração de todas e de todos na divulgação do referido edital.

 

Desde já agradecemos e qualquer dúvida estamos à disposição!

 

Atenciosamente,

 

Conselho Estadual de Política Cultura – CONSEC

 

 

Convite/lançamento

Olá Artistas e Técnicos,

 

Nós, editores da Javali, queremos convidar vocês para o lançamento da nova publicação da editora, Dramaturgia de Belo Horizonte: primeira antologia, um livro que reúne cinco textos essenciais da escrita teatral da cidade, além de um artigo que apresenta um breve panorama histórico da dramaturgia na capital mineira. Não se trata de uma antologia definitiva, mas de um registro de obras que traduziram o espírito de determinadas épocas, que apresentaram novos paradigmas dramatúrgicos para o teatro mineiro, que foram reconhecidas por público e crítica. 


Estão publicados: Oh!Oh!Oh! Minas Gerais, de Jonas Bloch e Jota Dângelo, de 1967; O fedor, de José Antônio de Souza, de 1970; Um sobrado em Santa Tereza, de Walmir José, de 1989; Babachdalghara, de Ione de Medeiros, de 1995; e Por Elise, de Grace Passô, de 2005.

 

O lançamento acontecerá no dia 19 deste mês, quarta-feira, às 20h, no Teatro Marília. No evento, além da presença de alguns dos autores e autoras publicados na antologia, atores e atrizes convidadas lerão pequenos fragmentos de cada obra. A distribuição dos livros no dia do lançamento será gratuita!

 

O projeto foi realizado através de recursos da Lei de Incentivo a Cultura de Belo Horizonte.


É a primeira vez que se publica uma antologia dedicada à dramaturgia belo-horizontina.Será uma noite especial para o teatro mineiro.

Aguardamos vocês!

 

Abraços,

Assis Benevenuto e Vinícius Souza.


--



sábado, 8 de julho de 2017

Leitura inédita "A Taça da Ira" , de Kalluh Araujo

Leitura dramática debate novas propostas de montagens no Teatro Marília
 
A Fundação Municipal de Cultura (FMC) apresenta na próxima terça-feira, dia 11 de julho, às 19:30h, no Teatro Marília, a leitura dramática "A Taça da Ira", com direção de Kalluh Araújo. A apresentação integra o projeto "Ciclo de Leituras Dramáticas – Proposta de Montagem" promovido pelo Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado de Minas Gerais (SATED/MG), com apoio da FMC e do Instituto Mineiro de Crítica de Arte. A entrada é gratuita.
 
O "Ciclo de Leituras Dramáticas – Proposta de Montagem" tem como objetivo a divulgação de textos e ideias inéditas de montagem de espetáculos. A proposta é que após as apresentações das leituras, os profissionais das artes cênicas e seu público discutam as propostas de montagem com potencial de integrarem a agenda artística profissional da cidade, gerando postos de trabalhos para artistas e técnicos.
 
O projeto também pretende se desdobrar em propostas específicas para a faixa etária de 12 a 18 anos, quando jovens poderão expor suas ideias a produtores e diretores profissionais experientes e tornar seus sonhos criativos possíveis.
 
O espetáculo "A Taça da Ira" foi escrita por Kalluh Araújo como uma homenagem ao teatro da palavra e da construção cênica linear. Uma brincadeira exploratória com as palavras, inspirada em grandes textos das décadas de 1930 a 1950. A peça conta a história de uma mulher madura que através dos tempos de solidão se deixa corromper pela insanidade mental, criando uma realidade paralela para conseguir viver, ou sobreviver, em meio ao caos de suas memórias.
 
Leitura Dramática: A Taça da Ira
Dia 11 de julho | terça-feira | às 19:30h
Teatro Marília (Av. Alfredo Balena, 586, Santa Efigênia)
ENTRADA GRATUITA
Informações para o público: (31) 3277-6319

-- 
Assessoria de Comunicação Social - Jornalismo
Fundação Municipal de Cultura
(31) 3277-4682



Magdalena Rodrigues
   atriz-registro profissional 0134
Presidente SATED/MG

Ciclo de Leituras Dramáticas no Teatro Marilia

Dentro do Ciclo de leituras Dramáticas,
SATED/MG apresenta texto inédito de Kalluh Araujo, dia 11 de julho no Teatro Marília. 
Entrada Franqueada a profissionais artistas e técnicos.
Do público em geral, aceitamos qualquer contribuição para a manutenção do projeto, que tem por objetivo dar a conhecer textos inéditos e suas propostas de montagem.
Agradecemos o apoio da Fundação Municipal de Cultura.


Magdalena Rodrigues
   atriz-registro profissional 0134
Presidente SATED/MG

quinta-feira, 6 de julho de 2017

ROBERTO CORDOVANI, o vilão SEBASTIÃO QUIRINO de NOVO MUNDO em BH

Encaminhando

*******************************

ROBERTO CORDOVANI O VILÃO SEBASTIÃO QUIRINO E RUBEN GABIRA, O MORDOMO SCHULTZ , AMBOS DE NOVO MUNDO DA REDE GLOBO  ESTREAM EM BELO HORIZONTE

Apenas duas apresentações do emocionante espetáculo que durante 6 anos apresentou pela Europa ISADORA DUNCAN E NIJINSKY ( A REVOLUÇÃO NA DANÇA)
TEATRO FRANCISCO NUNES
SÁBADO 15 DE JULHO AS 20 HORAS
DOMINGO 16 DE JULHO AS 18 HORAS

MAIORES INFORMAÇÕES NO PROJETO EM ANEXO.
PARA FOTOS DE ALTA RESOLUCÃO DE CORDOVANI COMO O VILÃO SEBASTIÃO QUIRINO E GABIRA COMO SCHULTZ COM A ASSESSORA DA REDE GLOBO
THAIS (21) 97199-2055  (Melhor solicitar o pedido de fotos por email:   thais.martinelli@tvglobo.com.br


Para entrevistas com Roberto Cordovani (11) 97768 -8263



 



Vida de bombeiro Recipes Informatica Humor Jokes Mensagens Curiosity Saude Video Games Car Blog Animals Diario das Mensagens Eletronica Rei Jesus News Noticias da TV Artesanato Esportes Noticias Atuais Games Pets Career Religion Recreation Business Education Autos Academics Style Television Programming Motosport Humor News The Games Home Downs World News Internet Car Design Entertaimment Celebrities 1001 Games Doctor Pets Net Downs World Enter Jesus Variedade Mensagensr Android Rub Letras Dialogue cosmetics Genexus Car net Só Humor Curiosity Gifs Medical Female American Health Madeira Designer PPS Divertidas Estate Travel Estate Writing Computer Matilde Ocultos Matilde futebolcomnoticias girassol lettheworldturn topdigitalnet Bem amado enjohnny produceideas foodasticos cronicasdoimaginario downloadsdegraca compactandoletras newcuriosidades blogdoarmario